segunda-feira, março 06, 2006

Rescaldo da grande noite dos Óscares


Foi ontem a mais longa noite de Hollywood. E eu assisti em directo. O que valeu muito bem uma noite quase sem dormir.
Apesar de não ter havido grandes surpresas, a única Grande surpresa foi mesmo uma BOA surpresa, a vitória de Crash – Colisão na categoria de melhor filme, quando tudo indicava que o Óscar ia ser atribuído a Brokeback Mountain.
Ainda no campo das surpresas, apenas se destacam mais 2, o melhor filme estrangeiro, que foi para Tsotsi, e a melhor canção original foi entregue a Hustle & Flow, com a música “It’s Hard Out Here for a Pimp”.
Foi uma cerimónia equilibrada, no sentido em que os filmes mais nomeados arrecadaram 3 Óscares cada. Crash, para além de melhor filme, conseguiu o melhor argumento original e a melhor montagem. Memórias de uma Gueixa recebeu os Óscares pela melhor fotografia, melhor direcção artística e melhor guarda-roupa. A grande produção de Peter Jackson, King Kong, recebeu os prémios técnicos: os efeitos sonoros, o som e os efeitos visuais. E Brokeback Mountain que levou para casa o Óscar para o melhor realizador, Ang Lee, o melhor argumento adaptado e melhor banda sonora, todos eles bem merecidos.
Quanto aos actores e actrizes não houve qualquer surpresa. Philip Seymour Hoffman em Capote, Reese Witherspoon em Walk the Line, Rachel Weisz em O Fiel Jardineiro e George Clooney em Syriana foram os premiados.
Aliás, no meu entender, o George Clooney foi o senhor da noite, não esquecendo o anfitrião, claro. George Clooney esteve muito bem, sendo alvo de repetidas brincadeiras. Mas quem, também, se destacou foi o Jon Stewart, o apresentador. Eu não o conhecia nem como apresentador nem como comediante, mas convenceu-me sem sombra de dúvida, ainda mais depois da desilusão que foi o ano passado Chris Rock. Acho que a Academia este ano acertou em cheio, e conseguiu acertar no substituto de Billy Cristal. Muito sinceramente, John esteve melhor do que qual outro apresentador precedente.
Foi um ano em que concordo, em quase todas as categorias, com os prémios atribuídos pela Academia. Só não concordei com o prémio de melhor filme animado, tinha esperança que ganhasse o Corpse Bride, mas como ainda não vi o Wallace & Gromit, A Maldição do Coelho-Homem, fica o benefício da dúvida.

Aqui fica a lista dos vencedores das principais categorias:

Melhor filme: Crash – Colisão
Melhor realizador: Ang Lee por Brokeback Mountain
Melhor actor: Philip Seymour Hoffman em Capote
Melhor actor secundário: George Clooney em Syriana
Melhor actriz: Reese Witherspoon em Walk The Line
Melhor actriz secundária: Rachel Weisz em O Fiel Jardineiro
Melhor argumento original: Crash – Colisão
Melhor argumento adaptado: Brokeback Mountain
Melhor filme estrangeiro: Tsotsi da África do Sul
Melhor filme de animação: Wallace e Gromit e a Maldição do Coelho-Homem
Melhor direcção artística: Memórias de uma Gueixa
Melhor fotografia: Memórias de uma Gueixa
Melhor guarda-roupa: Memórias de uma Gueixa
Melhor banda sonora: Gustavo Santaolalla por Brokeback Mountain
Melhor canção original: Jordan Houston, Cedric Coleman e Paul Beauregard por Its Hard Out Here for a Pimp, de Hustle & Flow
Melhor contagem: Hughes Winborne por Crash – Colisão
Melhor caracterização: As Crónicas de Nárnia
Melhor som: King Kong
Melhores efeitos sonoros: King Kong
Melhores efeitos visuais: King Kong
Melhor documentário: A Marcha dos Pinguins
Melhor curta-metragem documental: A Note of Triumph: The Golden Age of Norman Corwin
Melhor curta-metragem de imagem real: Six Shooter
Melhor curta-animação: The Moon and the Son

2 notas celestiais

home_alone disse...

então? muito soninho? soube bem?
beijinhos!!

The Star disse...

Passou-se bem. Para o fim já tinha vontade de dormir, claro, mas aguentei firme até ao último segundo. Até porque as surpresas chegaram foi no fim.
Agora devo ter de esperar mais uns quantos anos, até conseguir ver em directo, novamente a cerimónia. :P

Obrigada pelos teus comentários.
Beijos muito grandes.

2 notas celestiais