domingo, março 02, 2008

PS: I Love You


Não é um filme dos Óscares, mas já andava há algum para ver PS: I Love You. Ó como eu estava certa em querer ver o filme!!!
É destes filmes que o cinema deveria ser feito, histórias que nos chegam ao coração e nos aquecem por dentro. Uma história tão simples, mas tão profunda, que nos fala do amor eterno que perdura para além da morte. É um filme que nos consegue arrancar valentes gargalhadas, mas que na cena seguinte nos leva às lágrimas. Comédia e drama encaixam aqui que nem uma luva.
Os actores, o argumento, os cenários, a música, tudo foi estudado a dedo para nos transportar para o mundo enternecedor de Holly e Gerry.
Eles são um casal normal, com as suas desavenças, com os seus problemas de dinheiro, com imensas adversidades, mas são um casal muito feliz, até que a morte de Gerry os separa. No entanto, ele consegue uma forma de, apesar de morto, chegar a Holly e de a orientar na vida depois do desgosto de sua morte. Ele deixou-lhe umas cartas, as quais termina sempre com a mesma inscrição, PS: I love you.
É encantador ver como aquelas cartas afectam Holly, que por um lado nunca a faz esquecer que Gerry está sempre presente, mas que por outro faz com que seja mais difícil ultrapassar a sua perda.
Para os coraçõezinhos de manteiga, como o meu, é um filme para ensopar alguns lenços, mas o que importa isso, quando se tem uma mensagem tão bonita a reter.
Gostava de saber se as vozes que ouvimos ao longo do filme são dos próprios actores ou se será playback. Se forem eles devo dizer que tanto o Gerald e como o Jeffrey cantam muitíssimo bem. :D
A Hillary Swank é uma actriz que nunca me desilude, qualquer papel para mim é sempre um grande papel. Mas o Gerald Butler também não me consegue decepcionar, aqui conseguimos descobrir o seu lado mais cómico. Só de me lembrar da sua cena de strip em boxers com uns suspensórios, já me começo a rir sozinha. O Harry Connick Jr. é mais um elemento cómico e de enternecimento.
Mas o que dizer de Jeffrey Dean Morgan? A única coisa que acho que não esteve bem neste filme foi a duração das cenas do Jeffrey, ele deveria ter aparecido mais ao longo do filme. Como é possível ele ter conseguido dividir o protagonismo com o próprio Gerald, apesar de ser uma personagem secundária? O Jeffrey arrasou tudo e todos com a sua magnífica prestação. Confesso que a partir do momento que ele entrou em cena, quis incondicionalmente que ele tivesse um final feliz… se é que me estão a entender? Só o conhecia no papel de papá Winchester em Supernatural, mas tinha imensa curiosidade em o ver noutro registo mais descontraído, e este PS: I Love You saciou-me essa fraqueza.
Ah, se mesmo assim ainda não convenci as minhas amigas leitoras a ir ver o filme, talvez o sotaque irlandês do Gerald ou o rabiosque do Jeffrey vos faça pensar 2 vezes. Já compraram o vosso bilhete? Então o que esperam?

PS: Guess what? I love you too.

Ficha Técnica


Título:
PS: I Love You
Realizador: Richard LaGravenese
Descrição: Holly Kennedy (Hilary Swank) é bonita, inteligente e casada com o amor da sua vida, Gerry (Gerard Butler), um apaixonado, divertido e impetuoso irlandês. Quando Gerry morre, a vida de Holly parece também ter terminado. Ninguém a conhece como Gerry. Mas ele não partiu sem planear tudo com antecedência. Antes de morrer, Gerry escreve a Holly várias cartas que a ajudarão a reencontrar a alegria de viver. No seu 30º aniversário, Holly recebe um bolo e uma cassete gravada por Gerry que a incita a sair e celebrar a vida. Nas semanas e meses seguintes Holly recebe novas cartas, entregues de formas surpreendentes, que terminam todas com um P.S. a relembrá-la que ele a ama. Cada carta é um passo em frente no processo de recuperação de Holly, que lentamente volta a acreditar na felicidade.
Actores: Hilary Swank, Gerard Butler, Gina Gershon, James Marsters, Lisa Kudrow, Kathy Bates, Jeffrey Dean Morgan, Harry Connick Jr.
Género: Comédia, Drama, Romance
Ano de Lançamento: 2008
Duração: 126 minutos
Classificação: Maiores de 12 Anos
Classificação (de 0 a 10): 9,5




PS: I Love You trailer

1 nota celestial

susana disse...

lindo lindo lindo.
amei o filme... ja o vi umas 3 vezes e choro sempre hihi

qto ao livro... bahhh

1 nota celestial