quinta-feira, abril 01, 2010

The Imaginarium of Doctor Parnassus

Um dos filmes que mais aguardava nos últimos tempos, era precisamente este The Imaginarium of Doctor Parnassus, por várias razões.
Sendo o último filme de Heath Ledger (filme que não terminou) e a última vez que o iria ver no grande ecrã, era inevitável ir à sala de cinema.
Depois, devido ao facto do Heath não ter terminado de o filmar, vários actores se juntaram ao elenco para suprimir a sua falta. Actores esses que gosto muito, por sinal: Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell.
Por último, a história em si. Algo me dizia que seria muito na onda do Tim Burton. História meio fantástica, colorida o suficiente e algo estranha.
Pronto, o filme foi tudo isso!!!
É estranho voltar a ver o Heath, é verdade. E estranha é, também, a sensação de que se perdeu um grande actor, que de início começou por protagonizar comédias para adolescentes e que depois cresceu para um Brokeback Mountain esplendoroso ou um Joker em Batman como ninguém (especialmente depois da imagem muito presente do Joker de Jack Nicholson). O Óscar póstumo foi merecido, mas era escusado ter sido póstumo. As pessoas com valor, deveriam ser reconhecidas pelo que são ainda em vida. O desaparecimento do Heath foi mesmo prematuro… o que é muito triste.
Quanto ao Tony em Parnassus, foi muito interessante ver os outros 3 actores que “substituíram” o Heath, a forma como conseguiram apanhar todas as expressões e tiques que ele tinha imprimido na personagem.
Houve uma cena, protagonizada pelo Johnny Depp, que parecia ter sido dirigida ao próprio Heath:
All these people… they're all dead.
But... immortal, nevertheless.
They won't get old, or fat.
They won't get sick or feeble.
They are beyond fear, because they are forever young.
They are gods.

Ficha Técnica
Título português: Parnassus - O Homem que Queria Enganar o Diabo
Título original: The Imaginarium of Doctor Parnassus
Realizador: Terry Gilliam
Descrição: Dr. Parnassus (Christopher Plummer) é um velho mágico que fez um pacto com o diabo em troca da vida eterna, entregando a alma do seu primeiro descendente no dia em que completasse 16 anos.
Durante séculos, ele e o seu maravilhoso espectáculo ambulante percorrem as cidades, oferecendo a cada pessoa um mundo fantasista e onírico onde cada um pode escolher entre as alegrias simples e os prazeres sombrios. Mas a mais amarga de todas as horas finalmente chega e o grande mestre da imaginação tem de saldar a sua dívida: Valentina (Lily Cole), sua filha, não tarda em completar a idade prometida e Mr. Nick (Tom Waits) chegou para arrebatar a sua alma. Desesperado, Parnassus apenas pode contar com a bravura de Tony (Heath Ledger), um jovem talentoso e apaixonado, que numa corrida contra o tempo, fará de tudo para libertar a jovem do seu terrível destino.
Realizado pelo ex-Monthy Python Terry Gilliam ("Monty Python e o Cálice Sagrado", "Brazil", "12 Macacos", "Tideland - O Mundo ao Contrário"), um conto sobre o bem e o mal, o real e o imaginado, o verdadeiro e o falso.
A morte de Heath Ledger, em Janeiro de 2008, fez suspender temporariamente a produção do filme, obrigando a uma readaptação do argumento. Para tal foram criadas três alter-egos de Tony, protagonizadas por Johnny Depp (Imaginarium Yony 1), Jude Law (Imaginarium Tony 2) e Colin Farrell (Imaginarium Tony 3).
Actores: Johnny Depp, Heath Ledger, Jude Law, Colin Farrell, Christopher Plummer, Tom Waits
Género: Fantasia, Thriller
Ano de Lançamento: 2009
Duração: 123 minutos
Classificação: Maiores de 12 anos
Classificação (de 0 a 10): 7


2 notas celestiais

Nekas disse...

Sim, esse momento parecia uma ovação a Ledger!
Quando Depp falou que nada é permanente nem mesmo a morte e mostrava imagens de James Dean e assim,foi uma grande memória!

Abraço
Cinema as my World

The Star disse...

É como eu disse, parecia ter sido escrito para ele e talvez até fosse.
Deixa muitas saudades!

2 notas celestiais