sábado, abril 21, 2007

Save the cheerleader, save the world



Depois de ter devorado todos os episódios do Prison Break, tinha de encontrar outra série que me desviasse a atenção, e me fizesse esquecer um pouco o vício, até porque a 3ª temporada só vai começar lá para finais de Agosto. :p
Sugestões de novas séries não me faltavam, já que tenho um número considerável de séries em lista de espera. Decidi-me por uma série que ainda não tinha visto qualquer episódio, e que me despertava imensa curiosidade, Heroes.
Foi amor à primeira vista. Desde o primeiro episódio fiquei pregada ao ecrã (mais uma vez!!!).
Heroes, como já devem saber uma vez que a nossa TV já passa os episódios, conta a história de várias pessoas que aparentemente são normais, até que começam a descobrir que são capazes de fazer coisas extraordinárias, têm capacidades que nenhum outro ser humano tem. A sua genética é diferente, é a evolução da espécie, estes "escolhidos", vão ter que fazer algo para salvar o mundo, só não se sabe é se estarão à "altura" para o fazer.
Cada uma destas personagens tem um poder especial diferente dos demais. O interessante é que parece que cada uma delas está predestinada a fazer algo de extraordinário. A forma como, sem se conhecerem, as suas vidas vão-se cruzando sem saberem muito bem que são especiais, é fantástica.
Após ter visto todos os episódios disponíveis (só 2ª feira vamos ter acesso a novos episódios, depois de mês e meio de interrupção :s) já tenho a minha simpatia para com algumas personagens especiais. Todas têm o seu papel e todas são indispensáveis, mas tenho um carinho muito especial pelo Peter Petrelli (Milo Ventimiglia). Sim, ele é muito giro e é uma boa pessoa, sempre pronta a ajudar o próximo, mas é muito mais do que isso. Ele tem uma magia qualquer que não consigo explicar. Talvez seja a sua relação algo indefinida com o seu irmão, o Nathan (Adrian Pasdar).
Ah pois é, esta série, também, retrata uma relação entre 2 irmãos. Mas a relação deles é algo que não se sabe muito bem definir. Sabemos que se amam incondicionalmente, mas existem momentos que esse amor se parece transformar em ódio e vice-versa. Nunca sei o que esperar de uma cena onde os 2 são protagonistas. E isso agrada-me profundamente. Mesmo quando se estão a “espicaçar” um ao outro, é um gozo vê-los. São 2 actores que se conjugam na perfeição.
Descobri recentemente que o Milo faz o papel de filho do Rocky no seu último filme. Eu que não dava grande coisa pelo filme, mas depois que ter tido boas referências e de saber que o Milo entrava, fiquei com alguma curiosidade.
Para além desta dupla de irmãos fascinante, existe ainda outra personagem que me fascina pelo seu poder especial, e pela sua beleza e jovialidade, é a Claire. Ela é uma líder de claque, e o título deste post tem tudo a ver com a sua personagem. Num dos últimos episódios foi revelado um segredo sobre esta personagem que me deixou radiante. Se eu já adorava estas 3 personagens, depois desta revelação, tudo se encaixou. :D
Se continuasse a falar das minhas personagens favoritas teria ainda de mencionar outra, o vilão da história, que pode ser o “bad guy”, mas é um “sweet bad guy”. E mais não digo, porque aí já estaria a revelar parte da história que ainda se seguirá. ;)
Entretanto, a NBC já deu luz verde para uma 2ª temporada de Heroes, o que me deixou muito contente. Parece que a 1ª temporada é tipo o volume 1 da história e a próxima será o volume 2, com uma história renovada.
Existem muitas outras personagens, também, interessantes. Só para dar alguns exemplos, temos uma pessoa que consegue manipular o tempo e o espaço, outra tem o poder de ler os pensamentos, outra tem uma força descomunal, outra consegue absorver os poderes de qualquer outro herói mas para isso tem de lhes causar um grande mal, outra pode-se tornar invisível, outra ainda consegue pintar o futuro, etc, etc.
Muitos já compararam esta série ao Lost. Mas espero sinceramente que não caiam nos mesmos erros que os escritores do Lost, embora agora esteja a voltar a ter uma história entusiasmante. Já li algures que com o Heroes não iremos ver crescer os mistérios sem resposta, eles querem ir gradualmente desvendando os enigmas para depois novos irem surgindo.
Quem conhece a série irá perceber o título do meu post. :p

Já agora se quiserem visitar o fórum da comunidade portuguesa de Heroes, podem visitar este site. Muito provavelmente, também, me encontrarão por lá!!!

Para quem ainda não sabe do que estou a falar, aqui fica um pequeno trailer.


13 notas celestiais

Vania disse...

Sim é verdade :D Quem conhece a série percebe o titulo do teu post :p (já dá para notar que eu também vejo a série né? lol) "Save the cheerleader, save the world" já é digamos assim... o "grito de guerra" de todos os fãs desta série. LOL
Muito bom post The Star, eu não descreveria melhor que tu esta grandiosa série.
Continua assim ;)

Beijinhos
Vânia

PS: O "bad guy" é mesmo um "sweet bad guy" :p.

Margarida disse...

só vi alguns flashes no fds passado, aquando da estreia na TV. mas o pouco que vi prendeu-me, essencialmente por uma frase, dita por não sei quem, mas que, quando rever o episódio, irei, com toda a certeza, publicá-la no infusões ;)

ainda me falta tanta coisa pra ver, xiça! lol

beijos e bom domingo

Jo disse...

Oh Star, com o teu post fiquei com vontade de ir rever alguns episódios de Heroes, mas Economia vai ser a minha série de domingo. :-(

O Peter Petrelli é um chato 3D (ai as minhas orelhas). E não tem nada a ver com o meu suposto amor patológico por vilões. Aliás eu nem sei de onde tal ideia saiu, apenas tenho um carinho especial por personagens antagónicas aos protagonistas e complexas. *assobia inocentemente e chuta pedrinhas*

E até porque em Heroes, mesmo com fases em que gosto mais daquele ou do outro, a minha personagem favorita é o Hiro (e aqueles que dizem que ele é apenas um comic relief não sabem o que estão a dizer e deviam ir catar coquinhos para a Sibéria).

Bom Domingo. ^_^

Kisses,
Jo

ps: o sweet bad guy é tipo, o quê, o moço mais adorável do mundo, e já devia ser pai dos meus bebés, tipo, quando, ontem? 0__0

mystic disse...

Ainda não tive oportunidade de ver nenhum episódio, mas pela tua sugestão é de certeza uma série de grande qualidade. Ontem vi a Ugly Betty não é nada de outro mundo mas tem alguns pormenores engraçados, conseguiu prender-me ao televisor.

bjs

The Star disse...

Vânia, tu também vês o Heroes? Quem diria, nós nem andamos ansiosas que chegue 3ª feira para vermos o próximo episódio nem nada, pois não? ;)
Essa do grito de guerra está gira, acho que o vou adoptar, eheheh.

Margarida, depois vou ler o teu blog para saber que frase tão profunda foi essa que ouviste? O Mohinder (que é normalmente o narrador) fala muito bem, ele diz coisas muito filosóficas que nos deixam a pensar, mas no geral, os diálogos são muito bons. A história é super original, que apesar de ser sobrenatural (no que diz respeito aos poderes das personagens) é muito real. Raramente vimos cenas irrealistas (salvo quando eles usam os seus poderes, obviamente).
E dizes que tens muita coisa para ver, é? Então posso-me juntar ao teu clube? ;)

Jo, essa tua “perdição” por vilões… Bem, devo confessar que os últimos vilões que têm surgido nas séries que vejo actualmente, me têm conquistado tanto ou mais do que os protagonistas. Será que isso que tu tens é um vírus e já o apanhei? ;)
Referiste o Hiro. Eu gosto dele, mas fui aprendendo a gostar dele ao longo dos episódios. No início não o suportava, mas depois passou a ser muito mais do que um comic relief, como tu lhe chamaste. :p
Faltou-te falar no nosso Nathan. Mas se quiseres ficar o sweet bad guy, estás à vontade, eu vou votar no Nathan Petrelli, eheheh.

Mystic, se és fã do PB, também vais adorar este Heroes. Os fãs do PB viciam-se todos nesta série. A história não tem nada a ver com o PB, mas é super cativante. Ficas ansiosa para ver o que se vai seguir…
Quanto ao Ugly Betty, estou contigo. Também, ando a seguir essa série pela TV. É uma série excelente para se relaxar. :D

Borboleta disse...

Eh, eh...passei esta tarde toda a ver episódios desta série. Estou a adorar. É muito fixe!

:) Beijinhos

Mary disse...

Eu já vi 4 episódios e também adorei. Mas como tenho algumas coisas para fazer para a faculdade nem vou-me aventurar a sacar os episódios todos, senão é a desgraça total.
Eu não percebi bem porque ainda vou no inicio mas espero chegar lá :D

GK disse...

Eu sou viciada em House, Dr. House.
Boa semana!!!

Sofia disse...

Oi...
Não te preocupes se te viciares na Anatomia de Grey. Vicio daqueles são bem vindos. A série está excepcional mesmo.

Ando a acompanhar também o prison break. Aquela genialidade do Scofield é algo também viciante.

Dos heroes nunca vi. Já me disseram que é uma excelente série também mas ainda não tive oportunidade de ver e face à curiosidade, acho que vou começar a consumir.... lolol Pronto ok, sou uma "agarrada" a séries de TV, mas enfim, podia ser bem pior...

Beijinhos e boa semana cheia de good vibes
Sofia

Pisces Girl disse...

Confesso que não aprecio muito a série "Prison Break", mas gosto imenso da série "Anatomia de Grey" que dá aos domingos à tarde na RTP1!

Flávio Gonçalves disse...

Eu adoro "Heroes"!!
Uma das minhas séries favoritas, ao lado de "Prison Break" e "Donas de Casa Desesperada". Adoro o trama, as personagens, a qualidade, enfim, tudo. É mesmo imperdível e agora que dá na TVI, já não há desculpa para não ver!

Ah, menina, voltei à net :P
É tão bom estar de volta.

Um grande beijinho.

The Star disse...

Ó Borboleta, os teus hábitos andam muito parecidos com os meus!!! Em 2 dias consegui ver 9 episódios do Heroes. Depois quando fui ver o último disponível, percebi que ia ter de esperar 5 semanas até ser transmitido um episódio novo. Foi bem feito, para eu aprender a não devorar uma série completa. :s

Mary, eu quando posso também vou acompanhando pela TVI, porque adoro recordar os episódios antigos. Mas se ainda só viste 4 episódios, prepara-te, daqui para a frente é sempre a melhorar. :D

GK, o House está em lista de espera. Ainda nem a 1ª temporada comecei a ver, mas lá chegarei. Só tenho visto excertos dos episódios que vão passando na TV.

Sofia, já ouvi falar muito bem da Anatomia de Grey, mas ainda não tive acesso aos episódios. Não os comecei a acompanhar quando começaram a passar na TV, muito porque acho que o tema dos hospitais já está demasiado batido. Só depois com o seu sucesso, comecei a ficar curiosa. No entanto ainda não comecei a ver nada. Penso que vão fazer um spin-off dessa série. Essa é que não me importava de começar a ver, já que o Paul Adelstein, o Kellerman do Prison Break, vai ser um dos actores. :D
Ah, e não preocupes com o vício das séries, eu já quase substitui o meu hábito de ir ao cinema, para ver todas as séries que ando a acompanhar. :p

Pisces Girl não me leves a mal, mas tenho de te perguntar porque não aprecias tu o Prison Break? Talvez não tenhas acompanhado todos os episódios, e como não vês tudo seguido não te prende. És a 1ª pessoa que ouço dizer que não aprecia a série. :o

Flávio, amiguinho, estás de volta, que bom!!! Espero que tenhas criado juizinho nessa cabeça… :p
Confesso que senti falta dos teus posts e dos teus comentários.
Como já tinha reparado, temos os gostos muito semelhantes em termos de séries e filmes. Heroes, Prison Break e Donas de Casa Desesperadas, são das minhas séries favoritas, e não perco um episódio.
Welcome back.
Mil beijocas.

Kal el disse...

Antes de mais... Obrigadinho pela publicade =)

Excelente resumo. Excelente título Save the cheerleader. Save the world. Acho que foi uma das frases mais ditas na série.

Como é possível alguém não gostar do Peter? Personagem mais bem conseguida... Adoro as interacções dele com todas as personagens, mas entre ele e o irmão é de mais (diálogo podereso entre os dois no episódio 19). Outra das interacções que gosto mais é Peter/Hiro/Ando. 5*

E sim... Já deu para reparar que pelo menos tu e a crossly AMAM os bad guys das histórias... Ele é Kellerman, Ele é o "sweet bad guy"

Já agora... Grande trailer que arranjaste :)

Beijinhos

13 notas celestiais